Notícias

Como realizar corretamente o plantio de mudas

25/09/2018

.:: conteudo_37379_1.jpg ::.

Plantar uma árvore, além de muito simples, contribui também para a nossa qualidade de vida e das gerações futuras. Ao escolher sua muda, leve em consideração o local em que será plantada, o tamanho que a espécie ocupará quando crescer, além da manutenção que inclui regar e a poda, pois cada espécie necessita de cuidados específicos quanto à luminosidade, umidade e espaço.

1 - Escolha da muda

Saber escolher a muda é muito importante, já que há espécies que gostam de locais úmidos e com sombra, enquanto outras preferem locais secos e com sol. Também deve ser levado em conta o local onde irá plantar a árvore, tendo em vista que ela irá crescer e ocupar mais espaço.

2. Escolha a época certa para o plantio:

É recomendável plantar as mudas no final do período de dormência (período seco ou frio) ou bem no início do período de crescimento (usualmente na primavera). Assim a arvore aproveitará todo o período de crescimento vegetativo para enraizar e se adaptar ao novo local.

Mudas carregadas de botões florais podem despender muita energia com a floração e não crescer, ou até mesmo morrer, devido ao estresse da mudança de local, da floração e do plantio. Neste caso é melhor aguardar a floração terminar ou extirpar-lhe os botões antes de efetuar o plantio. Tenha em mente que o ciclo biológico da espécie escolhida deve ser entendido e respeitado. Nem todas as espécies florescem na primavera, ou para o seu desenvolvimento no inverno.

3 - Espaçamento

O espaçamento mínimo deve ser de 3 metros entre uma árvore e outra, para que elas possam crescer adequadamente. Já o tamanho do buraco varia de acordo com cada espécie. Para árvore com mais de 1,80 metros, é preciso um buraco de 60 cm de profundidade e, caso o solo esteja fofo, 60 cm de largura. Já para mudas pequenas, faça um buraco com mais ou menos um palmo de fundura.

4- Adubação

É importante adubar a terra para que a muda cresça e se enraíze mais facilmente no novo local. Dessa forma, é válido utilizar adubos como calcário, esterco de gado e de galinha, compostos orgânicos ou húmus de minhoca. Para saber o melhor produto a ser usado, é bom pesquisar sobre qual árvore pretende plantar, já que cada espécie necessita de um tipo de adubo.

5 - Plantio

Já com a terra pronta, com cuidado, retire a embalagem da muda para não desmanchar a terra que protege a raiz (torrão). Coloque a muda, bem na vertical, observando a altura do torrão com relação ao solo, e complete o buraco com terra.

Se a sua muda for plantada na calçada ou em lugar que tenha animais, faça um cercado ao redor dela com ripa ou madeira e arame. Também é importante molhar regularmente a árvore, sem encharcar. Em períodos secos, molhe até três vezes por semana.

Após realizado o plantio basta seguir cuidando de suas arvore regularmente para garantir seu bom crescimento e desenvolvimento.